Primeiro dia

Escolhi o Aconcágua por ser a maior montanha do mundo fora da Ásia!! São quase 7 mil metros de altitude e temperaturas que podem ir de 40 graus positivos de dia a 25 graus negativos à  noite, com neve!  Existem 3 rotas principais de se chegar a seu cume! A Face Sul, dificílima! É uma escalada técnica, com cordas, onde os escaladores passam dias suspensos nas cordas!

foto

São quase 7 mil metros de altitude

Esta via de se chegar ao cume do Aconcágua só é usada pelos melhores e mais experientes escaladores do mundo, e ainda assim, vários morreram nela e estão lá congelados até hoje! Além da rota pela Face Sul, existem a Rota dos Polacos e a Rota Normal, a mais fácil, que eu escolhi!

foto2

80% das pessoas desistem da subida

Digo fácil, pois não existem desafios técnicos! Os desafios são físicos e psicológicos! Ela pode ser feita caminhando-se, porém são cerca de 12 dias caminhando na subida. Sobre pedras e neve! Dormindo e comendo em acampamentos, de dia sob sol quente, de tarde e de noite, sob vento e neve!             Além disso, existem os efeitos da altitude, onde a pressão atmosférica é cada vez menor e o ar cada vez mais rarefeito, com menos presença de oxigênio! Por isso, mesmo a rota normal, não é uma escala fácil! Apenas cerca de 20% das pessoas que se propõem a segui-la conseguem chegar ao seu cume! Os outros 80% desistiram por estress, cansaço, doenças ou condições climáticas muito adversas!

Comecei minha expedição fazendo um opção que sabia poderia me custar caro mais tarde. Enquanto meu grupo começou o roteiro com um dia de descanso em Mendoza, a 700 metros de altitude, depois mais um dia de aclimatação em Fonte del Incas, a 2.400 metros de altitude e no terceiro dia seguiu para Confluentes, a 3.400 metros de altitude, já com seus corpos um pouco mais acostumados com a altitude, eu, por motivos profissionais que me prendiam a São Paulo, pulei as duas primeiras etapas!

Sai de São Paulo a Buenos Aires de madrugada, fiz uma conexão de algumas horas de lá para Mendoza, onde corri para o centro da cidade para alugar alguns equipamentos e conseguir o permisso, que é um visto de entrada na montanha. Viajei em seguida mais 3 horas de carro até a entrada do Parque do Aconcágua e encontrei meu guia!

Grassi e Tito (o guia), iniciando a subida do Aconcágua

Quando já estava bem cansado devido a ter perdido uma noite de sono e feito 3 viagens seguidas, coloquei a mochila nas costas e junto com ele caminhamos 5 horas subindo a primeira parte da montanha, até chegarmos a Confluência, nosso primeiro acampamento, que ficava a 3.400 metros de altitude!

Caminho para o primeiro acampamento

Caminho para o primeiro acampamento

Apesar do desgaste físico, caminhei surpreendentemente bem! Empolgado! Respirando o ar puro e apreciando as belas paisagens da montanha!

Me senti saudável e feliz!

Veterinário Wilson Grassi

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s